Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

Política

Apesar de se registrarem actualmente na África muitos conflitos de carácter político, como o da Costa do Marfim e o do Sudão, e muitas situações irregulares, como a de Angola, pode-se dizer que a maioria dos países do continente possuem governos democraticamente eleitos. As únicas excepções neste momento são a Somália, que não tem sequer um estado organizado e o Sara Ocidental, ocupado por Marrocos.

No entanto, é frequente que as eleições sejam consideradas como sujas por fraude, tanto internamente, como pela comunidade internacional. Por outro lado, ainda subsistem situações em que o presidente ou o partido governamental se encontram no poder há dezenas de anos, como são os casos da Líbia e do Zimbabwe.

Em geral, os governos africanos são repúblicas presidencialistas, com excepção de três monarquias existentes no continente: Lesoto, Marrocos e Suazilândia.

sinto-me:
publicado por bigfour às 10:54
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Alguns dos mais belos fil...

. Racismo no Futebol

. Gráfico

. Doenças em África

. Demografia

. Geografia

. Fome e doenças em África

. População

. Política

. História

. Big five

. Rinoceronte

. Búfalo

. Leão

. Leopardo

. Elefante

. Racismo

. O Continente Africano

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.favoritos

. O Continente Africano

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds